Biodiversidade

No dia 22 de maio celebra-se o Dia Internacional da Biodiversidade. Integrado no estudo deste tema, o nosso estabelecimento escolar tem vindo a promover atividades que visam o aprofundamento do conhecimento dos alunos sobre esta temática. Através do Programa de Atividades de Educação Ambiental do Instituto das Florestas e Conservação da Natureza realizaram-se duas atividades que permitiram aos nossos alunos um contacto mais direto com a biodiversidade da Madeira, com enfoque para algumas plantas e animais mais emblemáticos da nossa região.

A 29 de abril, os alunos dos 1º e 2º anos de escolaridade deslocaram-se ao Núcleo dos Dragoeiros das Neves e tiveram a oportunidade de observar este núcleo de dragoeiros muito antigo. Ouviram algumas curiosidades sobre os mesmos e realizaram uma visita enriquecedora por este espaço, uma vez que tiveram a oportunidade de conhecer muitas das plantas que constituem um tesouro natural na nossa região.

Ao longo de aproximadamente 3 semanas este grupo de alunos desenvolveu variados trabalhos em ambiente escolar, desde a exploração da visita de estudo realizada, o reconhecimento de espécies observadas até à realização de trabalhos de expressão plástica.

No dia 19 de maio, o mesmo serviço de educação ambiental, fez uma deslocação à nossa escola e promoveu a atividade/atelier CONTIGO FLORESTA com o mesmo grupo de alunos. Com esta atividade pretendia-se dar a conhecer aos nossos alunos a flora e fauna da nossa floresta – a Laurissilva. Através da exploração de roll-ups as crianças familiarizaram-se com algumas das espécies que compõem a nossa floresta tendo tido a oportunidade, ainda, de explorar os recursos que a floresta proporciona sem esquecer a importância que esta tem para os recursos hídricos da região. Ao longo de toda a atividade os alunos colocaram questões e demonstraram conhecimentos sobre o tema de forma ativa e empenhada.

Seguidamente, procedeu-se à plantação de uma planta autóctone no jardim da escola e que os alunos batizaram de Barbusano da Marinheira. Desta forma, os mais pequenos foram sensibilizados para a importância do plantar e cuidar.

No fim da atividade os alunos foram desafiados a representar a floresta Laurissilva através do desenho. Para esta atividade pretendeu-se promover a reutilização de materiais. Para tal, os desenhos foram realizados em caixas de cereais que posteriormente irão ser emolduradas com rodelas de rolhas de cortiça.

Quando questionados sobre esta temática, os alunos evidenciam claramente estar mais elucidados e apresentam um maior domínio sobre o tema.

O nosso agradecimento aos serviços do Programa de Atividades de Educação Ambiental do Instituto das Florestas e Conservação da Natureza e à técnica Cristina que nos tem acompanhado e esclarecido sobre este tema.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.